Blog

Compreendendo as obssessões e compulsões

Compreendendo as obssessões e compulsões

Obsessões são involuntárias, são pensamentos aparentemente incontroláveis, imagens ou impulsos que ocorrem repetidamente na mente das pessoas. Quem possui pensamentos obssessivos não quer ter essas ideias, e sabe que elas não fazem nenhum sentido, provocam-lhe incômodo e angústia, mas não sabe como detê-los.

Infelizmente, esses pensamentos são geralmente preocupantes e perturbadores. Condicionam a vida, as escolhas, os ritmos, as preferências, moldam a pessoa, o estado de humor, as atitudes e as crenças,

Compulsões são comportamentos ou rituais que fazem com que sintam-se impulsionado a agir repetidamente. Geralmente as compulsões são executadas numa tentativa de fazer eliminar as obsessões.

Por exemplo: Se você está com medo de contaminação poderá desenvolver elaborados rituais de limpeza, no entanto, o alívio nunca durará por muito tempo, pois os pensamentos obsessivos costumam voltar mais fortes e muitas vezes acabam causando ansiedade, escalando esses mesmos comportamentos, enraizando em um ciclo continuo de reforço do comportamentos e pensamentos não desejados.

A maioria das pessoas com transtorno obsessivo-compulsivo enquadram-se em uma das seguintes categorias:

  • Os higiênicos – Têm medo de contaminação, compulsões de limpeza ou lavagem das mãos.
  • Os verificadores – Verificam repetidamente as coisas (forno desligado, porta trancada, etc), associam os comportamentos ao dano ou perda.
  • Os céticos e os pecadores – Têm medo de que se tudo não é perfeito algo terrível acontecerá ou que serão punidos.
  • Os contadores e consertadores – São obcecados com a ordem e simetria. Podem ter superstições sobre determinados números, cores ou convênios.
  • Os armazenadores – Têm medo de que algo ruim aconteça se jogarem alguma coisa fora. Compulsivamente guardam coisas que não precisam ou não usam.

Só porque você tem pensamentos obsessivos ou executa alguns comportamentos compulsivos, não significa que tenha transtorno obsessivo-compulsivo. Muitas pessoas têm obsessões ou compulsões leves, que são estranhas ou irracionais, mas ainda assim são capazes de organizar as suas vidas sem muitas rupturas ou disrupções.

Mas, se esses pensamentos e comportamentos causam sofrimento tremendo, ocupam grande parte do tempo, e interferem com a sua rotina diária, trabalho, ou relacionamentos, muito provavelmente pode estar a sofrer de transtorno obsessivo-compulsivo.

Fonte: Escola Psicologia

0