Blog

Exercício na meia idade ajudam na saúde cerebral mais tarde

Exercício na meia idade ajudam na saúde cerebral mais tarde

Uma nova pesquisa realizada pela Escola de Medicina da Universidade de Boston, nos Estados, revelou que pessoas não praticam exercícios durante a meia-idade podem ter volumes cerebrais inferiores aos 60 anos. Tal resultado é um indicador de envelhecimento cerebral acelerado, segundo os pesquisadores.

— Muitas pessoas não começam a se preocupar com a saúde do cérebro antes da velhice. Mas este estudo fornece mais evidências de que certos comportamentos e fatores de risco na meia-idade podem ter consequências para o envelhecimento do cérebro mais tarde — disse Nicole L. Spartano, principal autora da pesquisa.

O estudo avaliou 1.271 pessoas que participaram de um teste ergométrico na década de 1970 — quando a idade média do grupo era de 41 anos. A partir de 1999, quando a idade média era de 60, eles foram submetidos a exames de ressonância magnética no cérebro e a testes cognitivos.

Os participantes não tinham doença cardíaca ou problemas cognitivos no início do estudo. Nenhum tomava medicação que alterasse a frequência cardíaca.

Segundo os pesquisadores, promover a cultura da atividade física na meia-idade pode ser um passo importante para garantir um envelhecimento saudável do cérebro.

Fonte: Zero Hora

0